Younikness

Abril 3, 2020

Como comunica com os seus clientes?

Como comunica com os seus clientes?

Tem o cuidado de comunicar com os seus clientes? Se sim, como o faz?
Queremos saber tudo! Mas antes de responder, podemos comunicar primeiro consigo? 

O marketing evolui para uma abordagem omnicanal. Ou seja, não podemos apenas comunicar através de um único canal.  

Sabemos que manter o contato com o cliente é tão ou mais importante como tentar angariar novos. Ter uma comunicação cada vez mais eficiente significa fazê-lo linearmente nos diferentes canais de comunicação.

É através deles que empresas e consumidores estabelecem contato, seja por telefone, internet ou através dos mídia. Seja para atender, fazer prospeção, negociação, divulgação ou suporte.
Com o grande objetivo de não sermos esquecidos, procuramos ser eficientes em todos eles.

Um dos grandes influenciadores do digital, Neil Patel, diz que competir nos vários canais é de facto um “jogo” competitivo e pode tornar-se saturante, mas… FUNCIONA!

“Se você utilizar todos esses canais que produzem uma pequena quantidade de ROI, ele representará um grande número no final. Mas quando você olha para cada canal individualmente, os resultados não são tão sexy. Mas quando você os combina, fica ótimo.” 
Neil Patel

 

O que pode ser feito através dos canais de comunicação?

Estes são alguns exemplos de formas de interação entre consumidor e empresa que passam pelos canais de comunicação.

  • Responder a  solicitações, tirar dúvidas e transmitir informações importantes;
  • Oferecer suporte e apoio no pós-venda;
  • Solicitar feedback e sugestões sobre o atendimento;
  • Abrir espaço para reclamações e resolver cada caso com a devida atenção; 
  • Partilhar conteúdos e materiais que acrescentem valor e ajudam a fidelizar
  • Promover ofertas, promoções, descontos e vantagens especiais;
  • Informar sobre novidades da empresa e tendências do mercado;
  • Apresentar novos produtos e serviços em primeira mão;
  • Conduzir o followup durante o processo de vendas;
  • Fazer prospeção e iniciar negociações;
  • Agendar visitas, reuniões e apresentações.

…. Entre muitas outras práticas!

 

Cada canal de comunicação é diferente e por isso deve ter diferentes abordagens

A escolha dos canais de comunicação é uma das etapas essenciais de cada plano de marketing, para podermos determinar quais os meios em que os consumidores serão contatados.

Combinar os diferentes tipos de canais deve obedecer a vários fatores, como o perfil de quem está do outro lado, área de atuação da empresa, as tendências do mercado e o modelo de negócio. Não existe um canal específico que lhe trará maior e melhor resultado. Tudo depende do seu negócio e do perfil dos seus clientes.

Por exemplo, as redes sociais são um dos canais mais utilizados pelas marcas para comunicar. São ótimas para afunilar o relacionamento com o público pois permite  uma interação direta, além de aumentar o engagement com a marca, na medida em que nos dá a possibilidade de responder aos comentários e oferecer conteúdos em vários formatos.

ATENÇÃO! Cada público de cada rede tem um comportamento diferente.
Portanto, é necessário criar conteúdos direcionados para cada rede social. Para além das redes sociais, existem os blogs, os vlogs, entre muitos outros.

 

Então e o e-mail Marketing? Ouvimos dizer que morreu! Perguntam vocês (se é que ouvimos bem)

Primeiro alguns números:

  •  59% dos consumidores são influenciados no processo de compra através do e-mail (InnovationManagement 2020);
  • 99% dos consumidores verificam os seus e-mail todos os dias (HubSpot 2020);
  • 73% dos millennials preferem a comunicação por e-mail (HubSpot 2020);
  • 49% dos consumidores não têm problemas em receber e-mails das suas marcas favoritas (Innovation Management 2020);

Os números não enganam! E com eles já consegue perceber o quão é importante esta ferramenta, sendo o canal de marketing que gera maior taxa de conversão. Ao contrário do que se pensa, esta continua a ser das principais ferramentas de marketing digital e uma das mais eficazes, quando queremos reter leitores e fazer conversões. 

O e-mail marketing é uma das maneiras mais pessoais de comunicar através da troca de mensagens. Existem outras formas, no entanto são consideradas menos formais, como é o caso do whatsapp ou messenger, que iremos falar numa outra altura.

Então mas digam lá, porque é que devo usar e-mail marketing? perguntam vocês novamente.

Bem, dependendo do que queremos comunicar, existem várias abordagens que podemos utilizar e que com certeza já ouviu falar e já recebeu na sua caixa de e-mail.

“O poder do e-mail marketing está precisamente nessa ligação entre o locutor e o ouvinte, com a vantagem de que você tem a permissão dessa pessoa para se comunicar com ela, o que faz com que você tenha a certeza de que essa pessoa quer realmente saber sobre o que você fala, ao contrário de outras formas de marketing digital, em que você dispara sua mensagem para todo o tipo de pessoa na ânsia de encontrar seu público-alvo”
Paulo Faustino

Abordagem 1- Newsletter

Já deve ter ouvido falar e já deve ter recebido alguma.
Com certeza já entrou numa página web e encontrou um espaço que lhe pedia para inserir o seu e-mail se quiser receber mais novidades.
É verdade? É. E pense, porque consentiu? Porque aquele conteúdo lhe chamou à atenção e, por isso, está disposto a receber no seu e-mail mais notícias e novidades sobre essa marca.
A newsletter é provavelmente, o tipo mais popular. Apesar de visar, também, o aumento de vendas, o foco principal aqui é o conteúdo. Ou seja, o envio periódico de informações relevantes para o destinatário.

Esta é uma excelente forma de manter os leitores atualizados das últimas publicações e novidades. Para o caso de o site ser um e-commerce, esta é uma boa maneira de trabalhar um funil de vendas e disponibilizar conteúdos relacionados com a marca. 

É importante identificar qual o assunto que interessa no seu caso, tendo em conta a sua base de dados e qual a melhor forma de abordá-la.

 Abordagem 2 – E-mail de divulgação

O e-mail marketing também é um excelente canal para divulgação de novos produtos ou serviços. 

No passado, empresas como o Facebook cresceram em negócios de milhões de dólares através de um canal. Usou o e-mail para crescer e fizeram isso convidando todos os seus contactos para ingressar no Facebook. A Apple, por exemplo, envia pouquíssimos e-mails ao longo do ano para a sua base de dados, mas nunca deixam de comunicar lançamentos. 

Comunicar  um lançamento para a base de dados de clientes com exclusividade é uma forma de criar o engagement e manter atualizados em primeira mão aqueles que consentiram receber os seus e-mails, que já foi uma prova de “lealdade”. 

Aproveitar o buzz gerado pelo lançamento e enviar um teaser do que vem aí e depois, então, enviar o e-mail de revelação, onde estará o lançamento em si, é uma forma de gerar curiosidade mantendo a pessoa atenta e podendo elevar a taxa de abertura do e-mail.

Abordagem 3 – E-mails transacionais

É tão bom saber que se lembram do seu aniversário não é?

Aqui falamos desse tipo de e-mail, que consideramos uma estratégia de CRM. 

Poderão ser e-mails de confirmação de compra, trocas de password ou até mesmo lembretes de renovação ou informativos como aqueles: “já faz um ano que não realiza uma nova compra!”, por exemplo. Estes e-mails têm de ser automatizados, porque variam de acordo com a atividade de cada pessoa. Ou seja, só quem solicitou uma troca de senha, receberá o e-mail. 

Nesta fase é importante ter o cuidado de não nos tornarmos demasiado intrusivos e massacrantes.

Abordagem 4 –  Campanhas de Vendas

Estes são e-mails de final de funil e visam totalmente atrair o cliente para a compra. Ou seja, neste caso o que queremos é conversão. Este tipo de e-mail marketing é utilizado quando pretendemos divulgar campanhas específicas de produtos ou serviços e é o momento certo para sermos mais agressivos e fazer uso do senso de urgência, como em promoções que duram 24h, por exemplo. O desafio começa no assunto do e-mail, pois é a abertura que poderá garantir o restante.

Abordagem 5 – Engagement e-mails

Deve conhecer aqueles e-mails com o assunto “sentimos a sua falta”.  Certo?
Quando segmentamos uma base de dados com pessoas que costumam abrir o nosso e-mail, mas por alguma razão deixaram de o fazer, é este tipo de abordagem que deve ser utilizado. 

Depois de algum tempo sem receber qualquer interação, deve ser enviado um e-mail com o objetivo de reforçar o engagement, para que o cliente se sinta encorajado a voltar a interagir com os seus envios e a acompanhar os seus conteúdos.


Bom, posto isto o que é importante saber?
Se o seu e-mail chega à caixa de correio eletrónico ou não !

Para evitar que as suas mensagens caiam no “spam” partilhamos consigo algumas regras que deve seguir, no entanto existem outras. Apresentamos apenas as principais:

1º – Não envie e-mails para pessoas que não subscreveram a sua newsletter;
2º – Não enviar e-mails com muitas imagens;
3º – Evitar pontos de exclamação ou interrogação nos títulos;
4º – Usar um call-to-action;
5º –  Comprar listas de bases de dados;

Recapitulando, independentemente se tem ou não um negócio digital, precisa sempre de adotar estas estratégias e começar a comunicar com o seu público de uma forma eficaz. Com isto afirmamos também que deve adotar uma abordagem omnicanal na sua comunicação, ou seja, não deixe de estar presente em todos os canais! 

Certamente, todos os bons canais acabam por ficar “lotados” e os cliques diminuem ao longo do tempo, mas se estiver em todos os canais principais, os ganhos no final serão significativos.

Depois disto está pronto para comunicar com o seu público? Se precisar de ajuda não se esqueça, procure uma solução Younik! 

E diga-nos, quantos canais de marketing está a usar?

Share